Foto: Reprodução
Dois adolescentes encapuzados e vestidos supostamente inspirados nos personagens do famoso jogo Free Fire, com mascaras, armados com arco e flecha, machados e arma de fogo, entraram na Escola Estadual Raul Brasil, no bairro Jardim Imperador, em Suzano, na Grande São Paulo, nesta quarta-feira (13) e dispararam contra estudantes e funcionários. Ao todo, oito pessoas foram mortas, sendo seis alunos e duas duas funcionárias. Os dois atiradores se suicidaram
Os dois atiradores estavam encapuzados e vestidos de preto, um deles estava com um machado na cintura, aparentemente do mesmo modelo e formato do que é usado no jogo. Após a ação, eles se mataram.
Atirador estava com machado na cintura
O crime aconteceu durante o intervalo entre aulas na escola. Segundo o Governo de São Paulo, são 23 feridos, divididos entre seis unidades de saúde. Com os assassinos, foram encontrados arco e fecha, garrafas de coquetel molotov – arma química incendiária – e machadinhos.
Os atiradores deixaram um “artefato suspeito” no local. O Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) apura se o objeto é uma suposta bomba.

Free Fire

Free Fire – É um jogo de tiro e sobrevivência disponível no celular. Cada jogo dura cerca de 10 minutos e coloca você em uma ilha remota onde você enfrenta 50 outros jogadores, todos buscando sobrevivência. 
Os jogadores podem escolher entre 16 personagens. Existem personagens com diferentes habilidades para diferentes tipo de jogadores.
Free Fire foi o quarto jogo mais baixado em 2018 em celulares. Por conter elementos que remetem à sangue, violência e morte, o jogo só é permitido para maiores de 17 anos, no iOS, e 14 anos, no  Android.

Fonte: Blog enquantoissonomaranhão