segunda-feira, 27 de maio de 2019

Gabriel Diniz, cantor de "Jenifer", morre em acidente de avião em Sergipe


De acordo com a Rede Globo, amigos do artista reconheceram o corpo no local após o acidente que aconteceu nesta segunda-feira 

Sem conexão
Gabriel Diniz, 28 anos, conhecido pelo sucesso "Jenifer"
Gabriel Diniz, 28 anos, conhecido pelo sucesso "Jenifer"
Um avião bimotor que vinha de Salvador caiu no início da tarde desta segunda-feira (27), na região de manguezal no Porto do Mato, em Sergipe.  De acordo com a Polícia Militar, há três mortos. Entre eles está o cantor Gabriel Diniz, 28 anos, conhecido pelo sucesso Jenifer, informou o Corpo de Bombeiros Militar, segundo o G1. Amigos do cantor também confirmaram que ele está entre as vítimas. No local, também foram encontrados documentos do cantor, inclusive seu passaporte. 
A assessoria do artista confirmou que o músico estava dentro do avião, que vinha de Salvador. 
— Estamos apurando tudo, a única coisa é que podemos confirmar é que ele estava no voo — diz a assessoria do cantor. — Não temos ainda mais informações.
Segundo informações do G1, o avião em que estava Gabriel Diniz era um bimotor Piper prefixo PT-KLO, com capacidade para quatro lugares, e estava registrado em nome do Aeroclube de Alagoas. 
No domingo (26), o cantor havia se apresentado em Feira de Santana, na Bahia. "Sempre uma alegria voltar a Feira de Santana e ser recebido com tanta alegria e com tanta energia positiva. Obrigado pelo carinho, galera. Uma verdadeira multidão curtindo o nosso show. Até a próxima se Deus quiser simmmmmm", escreveu o artista em sua página do Facebook. 

Carreira

Natural de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, Gabriel Diniz se tornou nacionalmente conhecido pelo single Jenifer, cujo clipe contava com a participação a atriz Mariana Xavier. A canção entrou rapidamente na lista dos maiores hits da música nacional e foi um dos maiores sucessos do Carnaval.
— Me sinto abençoado por Deus ter posto Jeniferem minhas mãos — chegou a dizer Diniz em entrevista à Folha de S.Paulo.
Escrita por um coletivo de Goiânia, a composição foi oferecida a expoentes da música extremamente popular brasileira, como Wesley Safadão e Gusttavo Lima, que a rejeitaram por destoar de suas esticas de moços de família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais visitadas